Ataque terrorista em NY

A cidade de Nova York, nos Estados Unidos, foi palco de um ataque nesta terça-feira (31) que deixou 8 mortos e 11 feridos. Das pessoas atropeladas, seis morreram no local e duas foram pronunciadas mortas ao chegarem a um hospital. Onze pessoas foram socorridas com ferimentos graves, mas nenhuma delas corre risco de vida. A polícia acredita que outras pessoas possam ter sofrido ferimentos leves e deixado o local por conta própria.

O prefeito, Bill de Blasio, disse que foi um ato de terror. O caso é tratado como um ato terrorista. O comissário de polícia James P. O’Neill confirmou que o motorista fez uma declaração ao sair do veículo. Testemunhas dizem que ele falou “Deus é grande” em árabe.

Segundo o relato da polícia de NY, o ataque teve início às 15h05 (17h05 em Brasília), quando um homem de 29 anos, dirigindo um caminhão alugado, invadiu uma ciclovia e caminho para pedestres em West Street/Houston Street. Após atropelar diversas pessoas, ele bateu o veículo com um ônibus escolar e então saiu do caminhão com duas armas. Foi então que um policial atirou e o motorista foi baleado na barriga. No local foram recuperadas duas armas: uma de ar comprimido e uma usada para paintball.

O Ministério de Relações Exteriores da Argentina informou que cinco argentinos estão entre os 8 mortos no atentado. As vítimas teriam entre 45 e 50 anos e faziam parte de um grupo de amigos que estudaram juntos e comemoravam 30 anos da conclusão do curso.

 

Compartilhe com seus amigos!